Área da Saúde

O uso do VFace na Saúde Pública

Objetivo :

Unificar as informações dos cidadãos atendidos pela rede pública de saúde, facilitar sua identificação a partir da biometria facial e possibiilitar o acesso das informações médicas pelos agentes de saúde em qualquer local da ocorrência do atendimento.

 

Como pode facilitar o processo :

 

Conceito Básico : A partir de um cadastro das pessoas, os agentes de saúde registram toda e qualquer intervenção realizada, sejam consultas médicas, tratamentos, intervenções cirúrgicas, internações realizadas, etc.

Em resumo, registra-se toda e qualquer ocorrência médica realizada para cada indivíduo em um único banco de dados do município que servirá de base de pesquisa por toda a rede de saúde pública municipal.

 

Uso nas Unidades de Pronto Atendimento : O profissional da área médica ao atender o paciente, através do VFace instalado num dispositivo móvel ou ainda num microcomputador (desktop ou notebook) com câmera, captura a imagem do rosto do paciente e dispara o processo de identificação. Tão logo o paciente seja identificado, o VFace retorna com as informações de identificação e todo o histórico de atendimentos realizados pela rede municipal.

Desta forma, além de agilizar o processo de identificação e acesso as informações do paciente, evita-se eventuais trocas de fichas e consequente tratamentos errôneos, pois a identificação se dá com maior precisão e rapidez, além de disponibilizar ao agente de saúde acesso a todo o histórico médico co paciente.

 

Inovação e novas possibilidades de atuação : Com o uso dos dispositivos móveis (smartphones e tablets) o VFace permite realizar os atendimentos em qualquer local, inclusive possibilitando criar ações volantes pelo município, pois a identificação do paciente e o acesso ao histórico médico podem ser acessados de qualquer local e a qualquer momento.

 

Resultados obtidos : Maior segurança na identificação dos pacientes e no acesso ao histórico médico dos mesmos, diminuindo o risco de atendimentos com histórico e/ou pacientes trocados.

Unificação e disponibilização imediata das informações cadastrais e histórico médico dos pacientes, possibilitando o acesso a partir de qualquer unidade de atendimento e dos dispositivos móveis, facilitando a análise de seu quadro clínico, mesmo que o atendimento tenha sido realizado em qualquer unidade de saúde. Devido ainda, ao fato das informações serem realizadas de forma “on-line” no servidor do banco de dados do VFace, o acesso as informações é instantânea, e assim, mesmo que o pacienteacabe de ser atendido numa unidade de saúde e recorra a outra, seu histórico de atendimento já estará atualizado no banco de dados para novas consultas.

Mobilidade total para equipe de atendimento, a partir da utilização do VFace em tablets e/ou Smartphones, possibilitando, além do atendimento nas unidades de saúde, uso em ações volantes, bem como, campanhas de saúde itinerárias, atendendo assim regiões mais afastadas do centro ou distantes das unidades de saúde.

A implementação do VFace possibilita ainda diminuir os custos de infraestrutura de TI, pois o sistema comporta o uso em dispositivos móveis de baixo custo, além de não exigir um infraestrutura necessária para uso dos computadores (estrutura de rede, instalações elétricas, mobiliário, etc...).